Rua Major Quedinho, 111 - São Paulo - SP

Logística Inteligente: Como o ERP Potencializa o ROI na Logística

13/05/2024
AutoVista - AutoVista

Logística e indicadores de desenvolvimento

A gestão logística está evoluindo rápido. A necessidade deotimizar processos e aumentar a rentabilidade tem se tornado o maior diferencial de sucesso das empresas que trabalham no ramo. Existe uma maneira de analisar o desempenho das operações logísticas que é a partir de métricas e indicadores e um dos mais importantes nesse cenário é o Retorno sobre o Investimento (ROI).

O que é ROI?

ROI ou Retorno sobre o Investimento é uma medida utilizada para avaliar a eficácia e o sucesso de um investimento. É usado tanto como uma métrica quanto como um indicador.

Quando utilizado como métrica, pode expressar a relação entre o ganho financeiro obtido e o custo do investimento. Ele calcula o ganho financeiro obtido em relação ao custo de um investimento e é frequentemente expressa como uma porcentagem do investimento inicial.

O cálculo básico do ROI é a diferença entre o ganho obtido e o custo do investimento, dividido pelo custo do investimento, e o resultado é multiplicado por 100 para obter a porcentagem: Nesse caso, uma taxa de ROI positiva indica que o investimento gerou lucro, enquanto uma taxa negativa sugere prejuízo.

Quando utilizado como indicador de desempenho, pode oferecer uma indicação do sucesso ou eficácia de um investimento.

Portanto, o ROI é tanto uma métrica quantitativa, fornecendo uma avaliação numérica do desempenho financeiro, quanto um indicador que sinaliza o sucesso relativo de um investimento.

Essa dualidade torna o ROI uma ferramenta valiosa para tomadores de decisão avaliarem o desempenho e a viabilidade de projetos e investimentos em diversos contextos, incluindo negócios, marketing, tecnologia e logística.

Na logística, entender e aplicar o ROI de maneira eficaz pode ser a chave para o sucesso operacional.

Como o ROI é utilizado na Logística?

O ROI desempenha um papel essencial na logística pois envolve a análise do ganho financeiro relativo aos custos associados a determinadas ações ou projetos logísticos, fornecendo uma visão clara da eficiência operacional e do retorno financeiro associado a diferentes atividades logísticas.

Com o ROI as empresas podem avaliar o impacto financeiro de decisões estratégicas relacionadas a otimização de processos, implementação de tecnologias, gestão de estoque, transporte, entre outros.

A logística, sendo uma área que lida diretamente com o fluxo de mercadorias e informações, requer uma abordagem cuidadosa na alocação de recursos e fazer a análise de ROI permite que as empresas identifiquem e priorizem investimentos que contribuem de maneira mais significativa para a eficiência geral da cadeia de suprimentos e para a rentabilidade do negócio.

Além disso, o ROI na logística é uma ferramenta valiosa para avaliar o desempenho ao longo do tempo e ajustar estratégias conforme necessário. Isso possibilita às empresas adaptarem-se a mudanças nas demandas do mercado, regulamentações e tecnologias emergentes, mantendo a competitividade e maximizando os resultados financeiros.

Ao aplicar o ROI na logística, as organizações podem tomar decisões mais informadas sobre investimentos, priorizando aqueles que proporcionam o máximo retorno e contribuem para a eficiência e competitividade no mercado.

Exemplos Práticos de Aplicações do ROI na Logística:

  • Otimização de Rotas: investimentos em tecnologias que visam a otimização de rotas, como softwares avançados, podem ser avaliados quanto ao retorno proporcionado. A redução nos custos de combustível, tempo de transporte e aumento na eficiência são indicadores-chave para medir o ROI nesse contexto.

  • Gestão de Estoque: estratégias para gerenciar estoques de forma mais eficiente, como a implementação de sistemas de gestão de estoque avançados, são avaliadas com base na redução de custos associados a armazenamento, obsolescência e falta de produtos

  • Automação de Armazéns: investimentos em automação de armazéns, como sistemas de picking automatizado e tecnologias RFID, podem ser avaliados com base na eficiência operacional, redução de erros e diminuição nos custos de mão-de-obra.

  • Tecnologia de Rastreamento: sistemas avançados de rastreamento de mercadorias e veículos podem ser analisados em termos do retorno proporcionado pela visibilidade aprimorada da cadeia de suprimentos, redução de perdas e avarias, e melhoria na precisão das entregas.

  • Estratégias de Transporte Sustentável: investimentos em frotas mais sustentáveis, como veículos elétricos, podem ser avaliados quanto ao ROI relacionado à redução de custos operacionais, economia de combustível e, muitas vezes, a conformidade com regulamentações ambientais.

  • Gestão de Devoluções: estratégias e tecnologias para otimizar o processo de devolução de produtos podem ser avaliadas em termos de redução de custos associados a devoluções, gestão eficiente do estoque e satisfação do cliente.

  • Implementação de Sistemas ERP na Logística: a adoção de Sistemas de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP) na logística pode ser medida pelo ROI, considerando os benefícios em termos de eficiência operacional, redução de erros, automação de processos e melhoria geral na gestão da cadeia de suprimentos.

chamar no WhatsApp
chamar no WhatsApp
Comercial AutoVista www.autovista.com.br Online
Fale com a gente pelo WhatsApp
×